BNI – Banco Nacional de Investimento

IMPRENSA

BNI anuncia fundos no valor de 6 mil milhões de meticais para a agricultura

Presidente da Comissão Executiva, Dr. Tomás Matola

O anuncio foi feito pelo Presidente da Comissão Executiva, Dr. Tomás Matola, no lançamento do projecto MOZGROW da Fundação SOICO (FUNDASO).

O BNI dispõe nesta altura de fundos no valor de seis mil milhões de meticais em linhas de financiamento que cobrem toda a cadeia de valor do agronegócio, incluindo a assistência técnica aos produtores, revelou o Presidente do Conselho de Administração e da Comissão Executiva do BNI, Dr. Tomás Matola, durante a cerimónia de lançamento do projecto MOZGROW, pela FUNDASO, recentemente realizado no distrito de Chókwe, província de Gaza.

O PCE do BNI, disse que o montante resulta de uma conjugação de esforços da instituição visando contribuir na menorização  da questão crítica do financiamento que muitos constrangimentos está a causar a actividade agrícola no País.

Tomás Matola, enfatizou o facto de o BNI, como banco de desenvolvimento, reconhecer as responsabilidades que tem em encontrar soluções alternativas para o financiamento sustentável da agricultura através da mobilização de parceiros nacionais e internacionais, neste último caso, especificamente, os fundos de desenvolvimento que tenham recursos mais acessíveis que, mediante o estabelecimento de parcerias, permitem efectuar a repassagem dosmesmos em condições ajustadas ao perfil de risco e retorno da actividade, no caso vertente da agricultura.

O Presidente da Comissão Executiva do Banco Nacional de Investimento, destacou as parcerias já firmadas com instituições nacionais e internacionais de fomentodo desenvolvimento da agricultura e actividades conexas, que estão a possibilitar a mobilização de recursos a custos relativamente mais baixos tais que sejam repassáveis  a actividade agrária a custos ajustados ao seu retorno.  A título de exemplo, referiu-se ao FAE, cujos primeiros desembolsos já foram efectuados à um conjunto de 13 beneficiários na zona do vale do Zambeze.

 
Facebook 0
LinkedIn 0
Google+ 0
Twitter